Partir à Descoberta
2016-05-02

Na última quarta-feira do mês de Abril (27), a Estrutura Residencial Para Idosos - Pólo II, do Centro Social e Paroquial de Alfena, proporcionou uma tarde diferente a cerca de uma dezena dos  seus clientes.

Com o objectivo de os colocar em contacto com ambientes estimulantes e desafiar rotinas diárias, foram reunidos esforços para conduzir o grupo até à cidade do Porto.

A estes idosos foi permitida a visita à Sé e ao Museu do Tesouro; actividade que activou sentidos e reavivou memórias. A ansiedade por conhecer cada uma das áreas do edifício levou à surpreendente superação de barreiras. Nenhuma porta ficou por atravessar, nenhuma escada ficou por subir.

Em cada sala, património de valor incalculável. Em cada rosto, expressão de satisfação que não tem preço.

Terminada a visita a este local, houve tempo para repor algumas energias, até porque o programa da tarde ainda tinha mais para dar.

A paragem seguinte estava fixada no Parque da Cidade, no entanto muito há para relatar sobre a ligação entre estes dois pontos.

Dos percursos possíveis, foi escolhido aquele que acompanha o Douro até à Foz.

Se, numa primeira fase, a admiração pelas alterações na paisagem urbana marcou a viagem, assim que o mar surgiu no horizonte, não sobrou lugar para outra exclamação que não estivesse ligada ao esplendor deste elemento.

O tempo passado no Parque da Cidade foi útil para equilibrar emoções e perceber, junto de cada um dos participantes, a avaliação feita da actividade.

O regresso estava prestes a acontecer. O corpo podia até acusar o desgaste das últimas horas, mas a alegria motivada pela experiência vivida foi bálsamo no cansaço destes que têm mais uma vivência para contar, na estrutura a que chamam de lar.

Estrutura Residencial Para Idosos - Pólo II

Voltar